09/07/2015

Conselhos do Dê: AUTO MUTILAÇÃO (PARTE I)

Hey Peoples, eu sou o Dê e esse é o meu Blog, o Blog Friends!

Bom galera, depois das mudanças no blog eu ainda não fiz nenhuma postagem, e eu estava me sentindo culpado por isso! Então decidi trazer algo que para mim é muito importante, e que as pessoas precisam conhecer um pouco mais, saber como é e etc.
Muitos podem achar que é apenas mais um post idiota distribuído pela internet, porém não é. E um post feito com carinho, amor, solidariedade e etc. Espero que vocês curtam e descubram mais algumas coisas sobre o tal assunto.

E LEMBRANDO, NÃO SE ESQUEÇA DE COMPARTILHAR O POST COM AMIGOS NO FACEBOOK, INSTAGRAM, TWITTER, ORKUTI E ETC, E SE VOCÊ CONHECE ALGUÉM QUE PRATICA A AUTO MUTILAÇÃO, MOSTRE ESSE POST PARA ELE TAMBÉM! QUEM SABE NÃO DÁ UMA GRANDE AJUDA?

Para muitos, as pessoas que se auto mutilam são apenas "trouxas" e "idiotas" querendo chamar a atenção. Porém oque realmente se passa na mente dessas pessoas para que cometam tal crueldade consigo mesmo? Você já se perguntou ISSO? Já parou para tentar ajudar a um "Anjo Suicida" (Nome com que as pessoas que se alto mutilam se denominam)?





Bom, eu entrevistei algumas pessoas que cometem a mutilação a fim de tentar compreender um pouco mais sobre os reais motivos e etc. E também com o propósito sempre de tentar ajudar com alguma coisa, até porque EU, Dê Monteiro, também já me auto mutilei por diversos motivos, e se for o caso eu mesmo posto a minha história, sobre como foi, o porque, como eu parei e etc, então se estiverem afim de saber, deixe seu comentário aí em baixo que dependendo eu faço um post com tudo. 

Ao todo entrevistei três pessoas, cujo duas pediu confidência, pois não gostariam de ficarem expostas na WEB.

A primeira pessoa entrevistada chama-se Angel Moura (como prefere ser chamada) uma garota transexual de 19 anos. Angel, é minha "irmã" a alguns anos, (coloquei irmã entre aspas, pois não somos irmãos de sangue, porém somos irmãos de espírito, de história, de vida), e ela é alguém que eu me preocupo muito, e eu simplesmente a amo, e por esse motivo a escolhi para ser a primeira pessoa a ser entrevistada. Quando propus a Angel um bate papo sobre alto mutilação ela não hesitou e concordou em me contar tudo que fosse possível.

A primeira pergunta que fiz a Angel foi:

- Quantos anos ela tinha ao começar a se mutilar?
- Eu tinha 13 anos. Respondeu-me ela.

- E você poderia me contar qual era o principal motivo?
- Meu principal motivo é minha falta de autoestima. Eu me sinto um monstro, imperfeita para a sociedade. - E ainda complementou: - Eu durmo na tentativa de não acordar mais.

- E como você se sente com os seus cortes? - perguntei.
- Me sinto feia. Tenho vergonha das minhas cicatrizes. Mas não me sinto fraca, pelo contrário. Sou muito forte. Sou apenas um anjo que carrega minhas marcas. - me respondeu Angel.

- E você poderia me contar o motivo de ainda se mutilar? Mesmo se considerando feia, e ter vergonha dos seus cortes?
- Porque quero levar marcas de tudo que já vivi, e poder me lembrar de que tive forças para não me suicidar. - me respondeu Angel com sinceridade.

Quando perguntei se o fato de ela for Transexual influenciava ela respondeu.
- Sim, um pouco. Fui muito descriminada pela minha família.

- E como é a sua família? - perguntei.
- Meus pais são divorciados desde que eu era uma criança. Meu pai, sempre preferiu minha irmã. Ele me agredia constantemente, e meus avós também. E ainda, sofria agressões na escola e isso contribuiu para que uma confusão fosse criada em minha cabeça. - e ainda completa Angel. - Eu nunca senti que tinha uma família.

- Então se pode dizer que a falta de uma família presente influenciou para os seus cortes? - perguntei.
- A ausência em si não. Porém a falta de amor e compreensão sim. E a presença do preconceito e desrespeito em meu lar também influenciou.

- Então se você pudesse voltar ao tempo, faria algo de diferente? - perguntei.
E a resposta dela foi oque mais me comoveu:
- Eu trocaria todos os cortes por sorrisos! Perdi minha vida, e nunca dei um sorriso.

E quando perguntei oque ela enxergava para o futuro, foi ainda mais surpreendente:
- Quero cursar Anatomia Humana na faculdade. Casar, ter filhos, e ter muitos gatos! - Riu ela.

- E oque você diria aos que ainda se cortam?
- Se os cortes, as mutilações, se isso ainda te fazem sobreviver, continuem. E continuem sonhando, pensem como imortais. - respondeu Angel.

Essa entrevista com a Angel, é claro, encheu meus olhos de lágrimas a cada resposta que eu obtinha. Mas o simples fato de ela desejar trocar todos os cortes por belos sorrisos, foi algo tão grande dentro de mim, que realmente me emocionou. 

Bom galera, eu (Dê Monteiro) preferi dividir essa postagem por entrevistas, então essa terá apenas a entrevista com a Angel, e em breve, será postado a segunda parte, e depois a terceira, e se por um acaso chegar a acontecer, depois posto a quarta e etc, acho que já entenderam, porém se tiverem dúvidas, podem comentar que eu respondo todos vocês!

Bom gente, além das entrevistas com outras pessoas, eu vou falar um pouco sobre a MINHA EXPERIÊNCIA COM A AUTO MUTILAÇÃO, e algumas coisas e informações que eu sei e que posso passar para todos vocês! Agradeço a quem leu esse post, e espero que ele realmente sirva de ajuda para algum de vocês!